Pages

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

SAÚDE - Oleaginosas

A alimentação é fundamental para a manutenção da saúde e, por isso, ela precisa ser saudável. Entre os alimentos que não devem faltar no cardápio estão as frutas oleaginosas (nozes, castanha-do-pará, castanha de caju, avelã, amêndoa, entre outras), cada vez mais valorizadas pelo seu papel de nutrir e prevenir doenças.
E todo fim de ano elas são comuns nas prateleiras dos supermercados...
Fontes de selênio, potássio, cálcio, zinco, ferro, magnésio, vitaminas, ômega 3, ácido fólico e fibras, as oleaginosos proporcionam diversos benefícios.   
Segundo um estudo do International Journal of Obesity, a amêndoa, por exemplo, está ligada a uma melhora no perfil de eliminação de peso. Pesquisas da Faculdade de Harvard apontam ainda que algumas oleaginosas podem reduzir a pressão arterial.
Mas cuidado. É preciso consumir com moderação, pois esses alimentos são ricos em calorias e, em excesso, podem aumentar os níveis de triglicérides.
Segundo o médico nutrólogo e doutor em Ciência dos Alimentos, Edson Credidio o ideal é montar um kit. "Uma unidade de cada oleaginosa por dia é suficiente, com exceção das amêndoas, amendoins e do pistache, cuja recomendação é a medida de uma colher de sopa."
Outra orientação do especialista diz respeito ao consumo das castanhas de caju, que podem ser ingeridas em três unidades.
Um exemplo de porção (kit) razoável é: uma castanha castanha-do-pará, uma noz (duas metades), três castanhas de caju, de três a seis amêndoas e uma fruta seca.
A quantidade pode variar de acordo com a idade, peso e necessidades da pessoa. "O ideal é comer um pouquinho por muito tempo. Mas é importante procurar um profissional da saúde para obter informações adequadas", alerta.

O "kit" deve ser utilizado, preferencialmente, durante os lanches da manhã e/ou da tarde. "O kit é recomendado em qualquer idade, por isso, crianças também devem consumir", conclui Edson Credidio.

Abaixo confira os benefícios de cada uma das oleaginosas.


nozes: Ricas em vitamina E, fundamental para a formação de glóbulos vermelhos e tecido muscular. É fonte de zinco, magnésio, potássio, vitaminas C e do complexo B. Reduz em até 40% problemas circulatórios e contribui na redução da pressão arterial. Também oferece benefícios para diabéticos. Recomendação diária: uma unidade 


castanha-do-pará: Fonte de ômega 3, ácido fólico, selênio, antioxidante essencial para o cérebro. Mantêm tireóides e o fígado saudáveis. Nas mulheres previne câncer de mama e nos homens câncer de próstata. Seu consumo pode prevenir distúrbios cardiovasculares. Uma unidade oferece quantidade diária necessária de selênio - bom para pele e cabelos! Recomendação diária: uma unidade




- castanha de caju: Possui ômega 3, ômega 6 e ômega 9, magnésio e selênio.
 Recomendação diária: três unidades      


- avelãs e amêndoas: São grandes fornecedoras de vitamina E, além de possuir potássio e ácido fólico. As avelãs também contêm cálcio. São antioxidantes, protegendo o corpo contra o envelhecimento.
Recomendação diária: de três a seis unidades



- pistache: Ajuda reduzir o colesterol.
Recomendação diária: 1 colher de sopa

- amendoim: Rico em ácidos graxos e vitamina E tem ação energizante. O amendoim torrado oferece mais benefícios que o cru. Recomendação diária: 1 colher de sopa  


Oleaginosas,
não deixe de fora do cardápio!



fonte: Edson Credidio (médico nutrólogo e doutor em Ciência dos Alimentos)

- as imagens utilizadas acima são de fontes externas e não autorizadas. Se você é fotógrafo ou responsável por agênciar conteúdo fotográfico, que possua os direitos de alguma dessas imagens, e não quer que ela apareça aqui, favor entrar em contato e ela será prontamente removida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário